terça-feira, 19 de abril de 2011

"Vejo as coisas acontecerem em pequenas doses, sentindo o pulsar acelerado e presenciando a ansiedade da espera do futuro próximo que aos goles saboreio".



‎"céu estrelado, noite enluarada, pensamentos soltos... não sei lidar com o momento e nem com o futuro, sigo leve pelo caminho em que apenas a poesia se torna o meu rumo."